Vídeo01a - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Meios de comunicação
"Vídeo na Sala de Aula"
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Set./19
• Uma realidade que ainda não faz parte das salas de aula, não se trata de uma dificuldade gerada por custos elevados, na realidade é a falta de compromisso dos donos de escolas privadas e dos governantes, em qualquer um dos níveis. Muitas escolas possuem uma sala com TV, mas não recebem nenhum sinal, ela é usada apenas para reproduzir vídeos.
• Em muitas situações é mais interessante a exibição de um vídeo em sala de aula, não há deslocamento, consequentemente não há perda de tempo, tempo que poderia ser aproveitado para debater ou até assistir vídeos mais longos. Repito, para os nossos dias não é um curto absurdo. Não precisa nem mesmo de um player (de CD, DVD ou Blu-ray), com um pen drive é possível passar qualquer vídeo, o mais interessante, vídeos produzidos pelos alunos em sala de aula, laboratório de ciências (outro ambiente inexistente), laboratório de artes, entre outros exemplos. A produção pode fazer parte de uma videoteca e ficar a disposição dos alunos para pesquisa e consulta.
• Um monitor pode favorecer uma aula quando é possível exibir vídeos ou produções da TV aberta ou de assinatura, canais como Discovery Channel, National Geographic, tem muitos documentários interessantes para serem trabalhados em sala de aula.
• Facilitaria receber convidados para fazerem palestras para salas específicas e mais uma vez ganhar tempo para o aprendizado, onde o palestrante poderia discorrer o tema da palestra seguido de um vídeo, desta maneira seria proporcionado dois meios de leitura, auditiva e visual ou audiovisual.
• Por fim, com uma TV em cada Sala de Aula é possível criar uma emissora de TV na escola, com sinal a cabo ou no ar, desde que não ultrapasse um raio de 500 metros e não use um canal comercial. Essa emissora não é difícil de montar, bastam webcams, três delas de boa qualidade, uma sala para se tornar um estúdio, um aparelho que reproduza DVD e ou Blu-ray, microfones, dois ou três, a edição pode ser via software, existem muitos grátis e ou livres, ou seja, não há custo. O sinal também poderá ser distribuído via wireless. Essa emissora seria para uso geral, todas as disciplinas poderiam fazer uso dela, é óbvio que seria necessário um agendamento e programação.
• O vídeo abaixo é um exemplo para estudo, cada foto aparece a aproximadamente por sete segundos, mas o tempo pode ser maior ou até não haver movimento. Usei o Photo Film Strip, que era grátis, mas custa em torno de R$ 4,00 na loja da Microsoft. A versão para Windows 7 é compatível com Windows 10 e é grátis, foi a utilizada. Com outros editores é possível acrescentar áudio, fundo musical, efeitos etc. Um bom software é o Microsoft Movie Maker.
Voltar para o conteúdo