PplJornalReapr01a - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Como Fazer > Suporte

JORNAL REAPROVEITADO I

Material

A relação fornecida abaixo está descrita em partes para facilitar a produção na quantidade que será necessária para o trabalho com os alunos.

Cuidados e Sugestões
Para que se obtenha bons resultados é necessário alguns cuidados e este quadro tem esta função, pois além dos cuidados com o produto também existe o cuidado com os alunos. Algumas receitas exigem o uso de fogo, produtos químicos, ferramentas elétricas, entre outras possibilidades, e elas poderão causar acidentes.

  • Jornal velho, de cinco a seis folhas para cada suporte, depende para que será destinado.

  • Cola branca para madeira (tubo de 250 ou 500 g)

  • Tinta látex ou PVA branca ou de cor clara.

  • Espátula de plástico ou de papelão (descartável).

  • Rolinho de espuma (16 cm de largura).

  • Bandeja para espalhar a tinta e umedecer o rolinho. Estas usadas para pintura que tem espaço para tirar o excesso de tinta no rolinho.

  • O papel não deve estar sujo de terra, tinta, sangue etc.

  • É importante que seja seguida a sequência aqui apresentada, ela é baseada em experiências a partir do trabalho em sala de aula.

  • Não realizar o trabalho em local que tenha incidência direta da luz solar.

  • Local muito quente também é prejudicial ao trabalho.

  • Não usar pincel, a não ser que queira obter alguma textura diferenciada. O tempo gasto para cobrir a superfície do suporte é maior.

  • O Jornal solta tinta, portanto após a colagem e secagem, antes de pintar é aconselhável que se lave muito bem as mãos.

  • A espátula de papelão poderá ser feita pelo próprio aluno, basta recortá-lo na forma da ilustração abaixo deste texto.

  • Em qualquer uma das duas fases de secagem não é recomendável o fazê-lo exposto ao sol, calor excessivo, em local gorduroso, poluição, umidade, mãos curiosas etc.

  • Caso este suporte seja usado para a produção de embalagens (caixas, sacolas, pastas no tamanho A4 ou maior) é recomendável que sejam usadas pelo menos sete camadas.


Como já foi descrito, nosso objetivo é a reflexão e um trabalho a partir de projeto, por este motivo este item, “Ato Pedagógico” irá descrever uma maneira de trabalhar com a receita disponibilizada a partir de um projeto.

Pré-produção (Antes)

1. Antes de iniciar a produção deste suporte é importante que haja um objetivo para produzi-lo, com um tema que esteja associado a um projeto.
O trabalho interdisciplinar e de inter-relação de conteúdos ampliam as possibilidades de uso deste suporte.
Informações como: a História do Papel, sua origem, como ele é produzido, a importância do seu reaproveitamento, se ele prejudica ou não a natureza, como evitar este dano, como é produzido um Jornal (desde a reportagem até sua distribuição), como é feita a leitura do Jornal etc.
A informação nesta fase dada ao aluno sobre o projeto que será desenvolvido é muito importante e necessária, pela nossa proposta ele não é apenas um reprodutor de tarefa, mas sim um produtor, pois não apenas estudará um determinado assunto, mesmo porque quando se trabalha com projeto.
Durante o projeto muitas dúvidas surgirão e serão as mais diversas possíveis. É importante que o professor esteja preparado para esta situação e não apenas para dar respostas ou explicações, mas conduzir o aluno à pesquisa e busca de soluções.
Não basta juntar o material necessário para a produção deste suporte. É importante mostrar que este reaproveitamento, além de ser benéfico para a natureza, também é importante na busca de soluções para problemas comunitários e sociais. Esta discussão deverá estar presente em todas as fases do trabalho.
O registro é importante para todas as fases do processo, pois nele constará não apenas o que deu certo, mas também as dificuldades, as soluções e principalmente a retomada de forma diferente do processo para se obter melhores resultados.
Quando se fala em registro as pessoas pensam em registro escrito, este erro deve ser bem trabalhado pelo professor, pois fazer registro fotográfico ou em vídeo é muito importante. Muitas escolas e comunidades não terão como fazê-lo, mas isso não impede que seja feito através de desenhos de observação.

Produção (Durante)

2. Durante o processo é importante que sejam dadas condições para que o aluno busque solução no momento que surgir algum tipo de dificuldade. É importante o professor problematizar nos momentos adequados.
Conscientizar o aluno da importância de se produzir um suporte de papel reaproveitado de qualidade, não apenas destinado a um trabalho escolar. Mostrar que este trabalho tem importância para a sua comunidade escolar e social.
É de fundamental importância que todos alunos participem de todas as etapas da produção.
Durante estas etapas é interessante que se faça o registro.
Para que exista motivação todo aluno deverá estar ocupado, para isso dividir o grupo em equipes é uma sugestão, desde que não impeça a participação de todos alunos durante cada uma das etapas do projeto.
Fazer com que o aluno entenda a metodologia adotada, não apenas a do professor, mas a deles, do projeto que elaboraram e conseqüentemente a importância do trabalho em grupo.
Este suporte servirá para fazer embalagens, de pintura, desenho, colagem, recorte etc.

Pós-Produção (Depois)

3. Abrir espaços para discussão sobre as fases do projeto proporcionando debates, palestras, seminários... Nestes eventos abrir para a participação de alunos, comunidade, outras escolas, convidar pessoas que tenham trabalho relacionado à educação, como as ligadas às Delegacias de Ensino, às equipes pedagógicas destas ou de órgãos superiores, de autoridades, a imprensa local etc.
Realizar exposição dos trabalhos não apenas interna, mas se possível para a comunidade, muitas vezes levar a exposição para fora da escola é importante para a comunidade escolar.
Nos dois casos os alunos é que conduzirão os trabalhos, sempre que preciso sob orientação do professor, no sentido de auxiliar e não comandar, pois em projeto o professor também participa do projeto.
Fazer uma previsão para continuidade do projeto, usando ou não este suporte, e de que forma ele poderá ser aprimorado.

Tenha em mãos todos os materiais antes de iniciar o trabalho.

PROCESSO

1. Abrir a folha de jornal sobre uma mesa, balcão ou bancada, desde que lisa (não poderá ser uma superfície rugosa).
Alisar a folha sobre a mesa, verificar se ela não tem furos ou está rasgada (faltando pedaço), caso ocorra uma destas situações ela deverá ser substituída para evitar rugas, dobras ou bolhas.
Caso queira produzir um suporte menor, cortar a folha no tamanho desejado agora ou depois de pronta.

2. Com a espátula espalhar a cola cobrindo toda área da folha. Espalhar muito bem para que não fiquem áreas com pouca ou com muita cola. Este trabalho tem que ser relativamente rápido, por isso é aconselhável que seja feito por mais de um aluno.

3. Pegar outra folha de jornal e colar sobre a que foi aplicada a cola. Não poderão ocorrer bolhas de ar, dobras ou rugas, Por isso, usar sempre as mãos para alisar e não réguas ou outro material. Prensar muito bem para que ocorra uma colagem perfeita e uniforme. Colocar para secar por no máximo 15 minutos. Enquanto aguarda a secagem produzir outras folhas.  Repetir o processo até completar 4 ou cinco camadas (melhor opção), sempre aguardando a secagem por 15 min.

4. Fazer o mesmo nas outras duas laterais, sempre usando oito percevejos. Colar de quatro a cinco camadas. Quando completar a última camada deixar secar por no mínimo 24 horas em local arejado, longe da luz solar, poluição, calor excessivo etc.

5. Passar o rolinho sobre a placa em um movimento de ida e volta, num único sentido, umedecer novamente (repetir o processo), como visualizado ao lado. Técnica conhecida como "aplicação de base". Passar o rolinho para tirar possível excesso na junção das aplicações sem umedecê-lo. Repetir a operação até completar a pintura total da folha. Colocar para secar sobre uma superfície lisa e horizontal durante 24 horas. Não usar varal para não ocorrer da tinta escorrer. O verso poderá ou não ser pintado, caso seja do interesse revesti-lo com tinta repetir o processo anterior.

6. Agora é só usar o suporte na produção de pintura, desenho, embalagens, pastas, suporte interno da capa na encadernação, caixinha para CD (de música ou ROM), DVD etc.

Voltar para o conteúdo