MaqJornal01a - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Como Fazer > Maquete
Papelãografia - I
Material:
(A relação fornecida abaixo está descrita em partes para facilitar a produção na quantidade que será necessária para o trabalho com os alunos).
Cuidados e Sugestões
(Para que se obtenha bons resultados é necessário alguns cuidados e este quadro tem esta função, pois além dos cuidados com o produto também existe o cuidado com os alunos. Algumas receitas exigem o uso de fogo, produtos químicos, ferramentas elétricas, entre outras possibilidades, e elas poderão causar acidentes).
  • 20 folhas duplas de jornal velho.
  • Cola branca ou de madeira.
  • Tinta guache ou acrílica.
  • Pincéis nº 2, 8 e 12.
  • 1 placa de madeira e espessura mínima de 2,5 cm, largura 30 cm e comprimento 40 cm. Obs.: O tamanho dependerá da proposta.
  • 1 pano para limpeza.
  • Papel toalha ou papel higiênico, 1 rolo.
  • 3 potes: sendo um para água (limpar os pincéis) e dois para a mistura das cores.
 

• Qualquer criança poderá desenvolver este trabalho.
• Para um trabalho melhor acabado pode-se utilizar papel higiênico em substituição ao jornal, o problema é o custo para alunos de escola pública.
• O ideal é utilizar cola branca e não cola bastão. A cola branca para madeira produz melhores resultados, pois geralmente as escolares, doadas pelo poder público, são péssimas.
• Não recomendamos a utilização de cola quente.
• Em substituição ao papel toalha pode-se utilizar papel higiênico branco.
• Outra opção interessante é a utilização de massa simples de papel higiênico, para obtê-la basta bater o papel higiênico com água no liquidificador, depois escorrer o excesso de água e misturar à massa cola branca. Uso imediato!
Como já foi descrito, nosso objetivo é a reflexão e um trabalho a partir de projeto, por este motivo este item, “Ato Pedagógico” irá descrever uma maneira de trabalhar com a receita disponibilizada a partir de um projeto. 
 
Pré-produção (Antes)
1. Esta proposta é uma das mais simples e interessantes, pois é possível produzir maquetes bem variadas, como da região onde está localizada a escola, da cidade, de uma barragem, de uma rua, de uma região da luz, Marte, entre outras, por essa razão, é importante definir antes do início dos trabalhos os objetivos, pois esta proposta é viável e favorece o estudo em qualquer disciplina. Propor para o aluno a pesquisa inerente ao tema. Quando a maquete é de uma região, rua, por exemplo, é preciso e importante uma visita ao local para que seja possível uma análise coerente da região.
Produção (Durante)
2. O mais importante, durante a produção, é ter em mãos todas as informações obtidas na fase anterior, como textos, desenhos, fotografias etc. Para trabalho em grupo recomendamos orientar os alunos no sentido de distribuir a função de cada um do grupo, por exemplo, dois cuidam da confecção da maquete, outros dois da confecção de bonecos humanos (recorte, colagem, modelação...), edificações, animais, árvores e outras plantas. ´Importante reservar uma área na escola para guardar os trabalhos durante esta fase e depois de concluído até o momento da pós-produção.
Pós-Produção (Depois)
3. O mais comum é fazer exposição, mas pode-se abrir uma discussão promovendo um seminário, debate, simpósio, feira, onde não apenas para a escola, mas também para a comunidade, por exemplo, produzir uma maquete da região e discutir os problemas de alagamento, poluição ambiental etc.
PROCESSO (FASE A)
Tenha todos os materiais em mãos antes de iniciar o trabalho.
1. A nossa proposta é simples, por essa razão basta seguir as imagens abaixo.
2. Foi sugerido nesta proposta a tinta guache, pois tinta acrílica, para artesanato, são brilhantes, porém a solução mais interessante é a produção de tinta por parte do aluno usando pigmentos como terra, borra de café, seiva de plantas, entre outros. Neste site do Portal ArteEducar fornecemos receitas para a produção de tinta, veja em Como Fazer, “Tinta Fabricação” e escolha entre “Pigmento” e ou “Fab Tinta”.
Bom trabalho!
Voltar para o conteúdo