Laranjada01a - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Como Fazer > Experiência > ExpCulinária

Experiência Culinária
Laranjada I

ESTUDOs QUE ENVOLVEM MISTURAS E REAÇÕES QUÍMICAS NA COZINHA

  • Esta proposta envolve um trabalho integrado entre os professores de todas as disciplinas escolares. É um trabalho motivador porque o aluno estará participando de todas as etapas, não apenas escutando, mas produzindo receitas e, ao mesmo tempo, lhe é possível analisar, observar, tomar decisões e produzir.

  • O mais interessante nesta proposta, que além do estudo químico, é possível estudar a origem dos ingredientes, o processo industrial ou artesanal utilizado para a sua produção... Pode-se estudar tranquilamente matemática, pois existe a quantificação, a qualificação, soma, subtração, proporção etc.

  • A primeira receita será de uma laranjada e não apenas suco de laranja. Mas esta é uma proposta que poderá ser modificada pelo professor ou mesmo os alunos, quando poderá ser melhorada ou ampliada.

  • Cada laranja de tamanho médio e com boa quantidade de suco é suficiente para um copo de laranjada, pois será acrescida a água.

  • Esta proposta será suficiente para fazer um copo de 300 ml para um total de 30 aluno.

  • A receita poderá ser desenvolvida com a saída dos alunos para a aquisição das frutas ou a visita a uma plantação dessa fruta seguida de toda explicação necessária.

  • É importante destacar que não existe apenas uma única espécie de laranja e se possível apresentá-las em fotos ou mesmo a própria fruta.

MATERIAL

OBSERVAÇÃO

  • 45 laranjas médias de casca lisa, pois geralmente tem mais suco.

  • 10 litros de água destilada e/ou filtrada.

  • Duas vasilhas de plástico ou acrílico para colocar a laranjada com capacidade de dez litros, se possível transparente.

  • Pelo menos 5 espremedores de laranja de plástico.

  • Faca para cortar a fruta, pode ser a de serra para manteiga.

  • Açúcar e/ou adoçante.

  • Duas peneiras plásticas de trama fina.

  • Opcional: Pedras de gelo.

  • Copos descartáveis de plástico de 300 ml.

  • A mesma quantidade de copinhos de café.

  • Dois copos de vidro transparente.

  • Poderão participar desta proposta alunos da Pré-escola até de nível Universitário nas áreas voltadas à licenciatura e a educação.

  • É um trabalho que envolve a inter-relação de conteúdos e a interdisciplinaridade, por esta razão, quando o trabalho for desenvolvido a partir da 5ª série é interessante que haja o envolvimento de mais de uma disciplina escolar.

  • Os alunos poderão estudar a fruta, como é produzida e também a suas partes, como semente, gomos, a casca etc.

  • Outra possibilidade de estudo é do açúcar, desde a cana-de-açúcar até a produção industrial ou artesanal deste produto.

  • É importante verificar se algum aluno é diabético e para ele providenciar adoçante.

  • Este trabalho poderá ser Gravado em vídeo e exibido em uma apresentação.

  • Outra sugestão é fotografar, com máquina convencional ou digital, e fazer uma apresentação de slides, fotográfica ou virtual.

  • Caso tenha organizado uma apresentação para um público maior é importante que seja utilizado alguma mídia visual, como projetor de slides, retroprojetor, episcópio, projetor multimídia ou datashow.

  • A apresentação proposta nesta experiência poderá ser feita para alunos de outras salas não envolvidos com o trabalho.

  • As sobras da laranja poderão servir para outra experiências, por esta razão não jogá-las fora.

Experiência

O processo é bastante simples, mas precisa ser bem organizado para não virar tumulto e permitir explicações, discussões, problematizações e questionamentos durante a cada uma das poucas etapas.
1. O primeiro passo é garantir que as frutas sejam lavadas em água corrente. Para organizar: enquanto um grupo lava, outro enxuga, outro corta, mais um grupo espreme e, por fim, um outro côa.
2. Colocar em um copo de vidro o suco puro da laranja, então separá-lo no meio da mesa para que possa ser observado por todos alunos.
3. Em seguida colocar nos copos de café um pouco do suco puro e reservá-los.
4. Ao término misturar ao suco a mesma quantidade de água filtrada ou destilada. Misturar bem e então adicionar açúcar, mas não esquecer de separar uma parte para o(s) aluno(s) ou aluna(s) que seja(m) diabético(s).
Durante a mistura solicitar aos alunos anotar ou relatar, ou ainda, registrar em fotografia ou vídeo. Após observação do que aconteceu com o suco e a água quando foram misturados é possível realizar um pequeno debate ou problematizar. Depois registrar e debater o resultado quando foi adicionado o açúcar ou adoçante.
5. Solicitar aos alunos que provem o suco e façam uma breve descrição quanto ao odor, sabor e qualidade.

Ação Pedagógica

1. Solicitar aos alunos que dêem a sua opinião em relação aos seguintes itens:
a. Sabor.
b. Odor.
c. Igualdades e diferenças entre os ingredientes.
d. Acidez.
e. Como é consumido.
f. A importância do ato de lavar as mãos e as embalagens antes de serem abertas e depois quando estiverem vazias.
g. Por que uma pessoa diabética não pode consumir açúcar? E o glutem, por que tem pessoas que tem alergia?
h. Quais as dificuldades no preparo? O que foi mais fácil?
i. Qual(is) o(s) erro(s) cometido(s)?
j. Qual é a origem dos produtos utilizados?
k. É possível modificar a receita? Como? Quais os novos produtos?
l. Este produto pode ser consumido com bolacha, bolo, torta, no almoço, café da manhã ou da tarde, jantar etc.
J. Cor e tons.

Por fimo, é só apreciar o suco produzido.

Voltar para o conteúdo