InformesCtPop01 - ArteEducarJun20

Seguindo em frente a 17 anos!
Ir para o conteúdo

InformesCtPop01

Cultura Popular
Parque de Diversão 01 (Homenagem) • Introdução 01 •
Parque de Diversão 01 - Homenagem
Por: Vivaldo Armelin Jr. - Jul./20
 
• Como os circos, os parques de diversão itinerantes estão sumindo, fechando as portas, pois, primeiro não há interesse por parte dos governantes brasileiros a preservação da cultura e história. Os circos existentes hoje em dia são pequenos e estão localizados no norte e nordeste brasileiro, poucos tem ainda bom público. O primeiro fator é talvez o mais significativo, o segundo é a tecnologia que prendeu as pessoas em casa e produziram na população em geral um desinteresse pelos parques itinerantes.
• Tem ainda como culpados os próprios donos dos parques, que ofereciam e oferecem em algumas de suas atrações prêmios, mas estes dificultavam ao máximo a conquista de um prêmio, sem falar nas poucas atrações.
• Os parques de diversão itinerantes no Brasil na realidade tiveram início na Europa. Estes parques apresentavam e apresentam atrações, como: roda gigante, montanha russa, jogos com prêmios, por exemplo: pescaria, tiro ao alvo, brinquedos e brincadeiras infantis e adultas. Muitas destas atrações surgem nas festas juninas.
— Proposta: Propor aos alunos uma pesquisa sobre o tema, com a criação de uma maquete de um parque de diversão. Esta poserá ser parte de uma proposta maior, como uma palestra, seminário e até entrevista com proprietários destes parques.
 
• O Portal ArteEducar inicia neste mês de maio de 2016 mais uma novidade, o Site “Cultura Popular”, nele será apresentas imagens relacionadas à cultura popular, tradicional, leiga e religiosa. Nesta primeira apresentação o tema é o dia de Corpus Christi, quando são confeccionados tapetes para a procissão que é realizada geralmente no final da tarde.
 
• O destaque será também voltado para atividades folclóricas leigas ou religiosas, artesanato popular (não o turístico), pratos típicos, danças etc.
 
• Nos dias atuais não se dá mais a importância devida às atividades culturais tradicionais, bem como ao folclore, principalmente nas grandes cidades. As pessoas destas grandes cidades muitas vezes não entendem a sua importância para a formação de um povo, de sua cultura e história. Países mais desenvolvidos valorizam sua cultura, a preservam e a mantem. Infelizmente no Brasil pouquíssimos governantes o fazem. Para que valorizar a cultura popular se vivemos em um país extremamente elitista dominante, este é o pensamento vindo destes indivíduos, ou seja, não ligam para o povo. A escola tem o dever de valorizar essa cultura e não o de uma elite que tem apenas o interesse em dominar política e financeiramente.
 • Nosso objetivo é favorecer um estudo mais profundo sobre o tema, possibilitando a construção de um conhecimento cultural, político e crítico.
Voltar para o conteúdo