Hidrocor01a - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Arte > Artes Plásticas > Desenho
Material:
(A relação fornecida abaixo está descrita em partes para facilitar a produção na quantidade que será necessária para o trabalho com os alunos).
Cuidados e Sugestões
(Para que se obtenha bons resultados é necessário alguns cuidados e este quadro tem esta função, pois além dos cuidados com o produto também existe o cuidado com os alunos. Algumas receitas exigem o uso de fogo, produtos químicos, ferramentas elétricas, entre outras possibilidades, e elas poderão causar acidentes).
  1. Caneta Hidrocor, seis ou doze cores (mais recomendado).
  2. Papel branco encorpado e não muito absorvente.
  • Esta técnica é recomendada para crianças, principalmente aquelas que tem alergia, no entanto, se o solvente não for água é preciso ter muito cuidado.
  • Esta proposta tem como finalidade entender as probabilidades de uso desta técnica de desenho.
  • Não usar sobre suportes plastificados.
  • Evitar trabalhar sob ação direta da luz solar.
  • Papeis mais encorpados proporcionarão melhores resultados.
  • É recomendado o uso de carteira ou prancha de desenho com pelo menos 45º de inclinação.
  • Fazer testes de mistura é imprescindível para a realização posterior de um desenho.
  • É importante guardar as pranchas de testes com o nome das cores que deram origem às misturas.
  • Fazer a mistura usando caneta com ponta chata, chanfrada e roliça, em suportes diferentes. Em seguida observar as diferenças entre as misturas.
  • Não objetivamos a formação de artistas ou professores, mas sim proporcionar um trabalho mais dinâmico e proveitoso.
  • A sobreposição produzirá, como verá nos exemplos o escurecimento das cores. Esta possibilidade, desde que não saturada, poderá gerar gradação tonal.
  • O inconveniente da caneta hidrocor escolar é que amarelece e desbota com muita facilidade. A perda gradativa da intensidade da cor, quando o trabalho estiver exposto, será percebido após trinta dias aproximadamente. Portanto não recomendada para trabalhos permanentes e que ficarão expostos por longo período de tempo.
PROCESSO (FASE A)
Tenha todos os materiais em mãos antes de iniciar o trabalho.
• Observar a sequência das pranchas e cada uma das possibilidades de uso e mistura de cores desta técnica. Não nomearemos as cores para que seja possível cada um produzir a sua prancha de acordo com as suas próprias cores.
1. O trabalho linear ou com pontos é a maneira mais adequada de uso. Observar que na figura existem vários exemplos de linhas, como: lado a lado, cruzadas, paralelas, sobrepostas etc.
2. Ele produz excelentes resultados e não precisa ser monocromático como no exemplo.
3. Com o uso de outros tons e do cinza foi possível criar a sensação de volume. Em alguns pontos a sobreposição aumentou a sensação de sombra e variação da intensidade da luz.
4. Observar que as possibilidades são inúmeras e que essa técnica de desenho não deixa nada a desejar em relação às outras mais antigas e tradicionais.
Voltar para o conteúdo