Foto01A - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Foto/Pesquisa
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Ago./19
• A partir de uma fotografia, apresentada pelo professor ou também pelo aluno, gera-se uma pesquisa, se possível em grupo de no máximo quatro integrantes. Na nossa sugestão apresentamos três fotos, mas o ideal é ter uma foto diferente para cada grupo, com ou sem a mesma temática.
• Feita a pesquisa cada grupo criará uma história baseada na pesquisa realizada. Por fim, cada grupo fará sua apresentação.
• É importante que o professor forneça as informações básicas para início da pesquisa, por exemplo, local onde foi obtida (cidade, estado e país etc.); animal, espécie, origem (habitat); monumento histórico, local (cidade, estado e país etc.), entre outros.
• Uma foto impressa, para cada grupo, favorece ao trabalho e a pesquisa, mas ela poderá ser projetada em uma tela, na TV ou tela do computador.
Guararema - SP
Mirante
Congonhas - MG
Capela dos Paços
Braga - Portugal
Capela dos Paços
Santuário e Basílica do Bom Jesus do Monte
 A Igreja do Bairro - I
Por: Vivaldo Armelin Júnior
• A fotografia da igreja do Bairro, da Matriz da Cidade pode proporcionar um grande momento para se contar a história daquela região. Essa poderá ser explicando a sua construção, a técnica, quanto tempo levou, a importância para o bairro/comunidade, quando foi iniciada a construção e se término...
• Também poderá criar um diálogo entre as fotografias das igrejas do Bairro e ou Cidade, com temática bem variada, por exemplo, uma que foi construída com a técnica de taipa de pilão e outra com tijolos/concreto. Nesse diálogo as qualidades de cada uma das técnicas, sua resistência ao tempo etc.
• Em muitas situações a comunidade se desenvolveu em torno de uma igreja, por essa razão pode-se contar a história da comunidade e não o da igreja.
• As igrejas católicas são parte da história das comunidades mais antigas e por essa razão, possibilitam ao contador de história uma maior oportunidade quanto a temática.
• Como exemplo foram colocadas abaixo imagens de igrejas históricas, as duas, abaixo são as Basílicas de Aparecida - SP.
• Outro exemplo, a Cidade de Guaratinguetá - SP, sua Matriz é dedicada ao primeiro santo brasileiro e que lá foi o local de reza da sua primeira Missa. Trata-se do Frei Antônio de Santana Galvão. Ele é parte da história daquela comunidade, não apenas religiosa. A família morou e era importante, a casa onde morou existe e está preservada, hoje um museu. Imagem dessa igreja poderá ser o ponto de partida para uma aula de História, Arte, Português, Ciências etc. Esse padre do século XVIII também foi responsável pela construção do Mosteiro da Luz, usou a técnica taipa de pilão para as paredes estruturais e externas e de pau a pique nas divisórias. Imaginem o contador de história criando uma história, em diálogo, entre as duas edificações.
• Piracaia - SP, é outra cidade que tem nas igrejas o princípio de sua história. Uma infelizmente está em péssimo estado de conservação, precisando urgentemente de restauro, não reforma. Não é necessário contar a história da igreja, inovar é importante no momento de contar uma história. Um fato ou acontecimento marcante para a comunidade poderá ser objeto do ato de contar história.
• Um fato histórico para a comunidade que aconteceu próximo ou até no interior da igreja. Outro tema interessante pode ser contado em relação as festas populares promovidas pela comunidade ou pela igreja. Piracaia, por exemplo, faz a procissão de Corpus Christi com enfeite de Rua. A temática é bem variada e interessante.
• Estas três últimas imagens são da Cidade de São Luís do Paraitinga - SP, a cidade que teve seu Centro Histórico destruído por causa das chuvas, barragens privadas que não suportaram a quantidade de água das chuvas. Imaginem quanta história é possível criar. O contador de história poderá ser o professor ou mesmo um ou mais alunos. Um convidado também poderá produzir uma história a partir das imagens das igrejas.
• Bom trabalho!
• Estas três últimas imagens são da Cidade de São Luís do Paraitinga - SP, a cidade que teve seu Centro Histórico destruído por causa das chuvas, barragens privadas que não suportaram a quantidade de água das chuvas. Imaginem quanta história é possível criar. O contador de história poderá ser o professor ou mesmo um ou mais alunos. Um convidado também poderá produzir uma história a partir das imagens das igrejas.
• Bom trabalho!
Voltar para o conteúdo