Escultura00 - ArteEducarJun20

Ir para o conteúdo

Escultura00

Arte > Artes Plásticas > Escultura
Escultura Intro 02 • Escultura Intro 01 •

ESCULTURA, COMO VISUALIZÁ-LA?

Por: Vivaldo Armelin Jr.

• Uma escultura é uma Obra de Arte pertencente à Linguagem Artes Plásticas, técnica escultura, tem volume, portanto ocupa um lugar no espaço.
• A maioria das esculturas são tridimensionais, ou seja, possuem três dimensões, portanto devem ser visualizadas totalmente. É preciso contornar ou circular em torno dela para uma apreciação completa, só desta maneira haverá uma leitura significativa.
• Na animação flash ao lado observamos uma escultura em todas as suas partes, frente, lado direito, traseiro, lado esquerdo e novamente a frente.
• É óbvio que o importante é circulá-la com calma e seguindo cada uma das linhas e formas que compõem a obra.
• Também apreciar as suas cores, quando policromada, os detalhes decorativos, as dobras do tecido, o movimento virtual, a ocupação do espaço...
• É recomendado que o professor demonstre, sem se apressar, como se aprecia uma escultura.
• Essa demonstração mostrará ao aluno a importância da observação. Quando possível cobrar do aluno o registro escrito, fotográfico ou em vídeo.
• O registro, em alguma dessas tecnologias, proporcionará e favorecerá a construção do conhecimento, a leitura midiática, a interpretação leitora e até o letramento.
• No exemplo, o professor apresentará ao aluno o que se observa em uma obra de arte, no caso, uma escultura. Para isso, são feitos comentários, observações e até críticas.
• Quando a escultura está muito próxima a uma parede ou fundo, deslocar-se para o lado permitirá, caso não haja nenhum isolamento na área, a visão da parte traseira da obra.
• Alguns museus isolam as esculturas com uma corda ou outra proteção. Nessa situação não há como visualizar a obra nos 360º. É recomendado que o professor providencie uma publicação ou imagens que apresentem pelo menos uma das obras. Muitos museus possuem livros com imagens de pelo menos duas partes da obra.
• No entanto, existem algumas obras que é permitida a interação por parte do espectador. Nesses casos é importante organizar os alunos para não criar tumulto e se possível fazer um registro fotográfico da intervenção.

• Geralmente as obras que estão a céu aberto, ou seja, em praças públicas, defronte a uma edificação, permitem a circulação em 360º.

• É imprescindível conscientizar o aluno de que ele não deve destruir ou pichar uma obra de arte, pois ela pertence à comunidade e mesmo que seja de propriedade privada, não deve ser danificada ou quebrada.
• Bom trabalho!

Escultura na Sala de Aula 01
Por: Vivaldo Armelin Jr.
• Trabalhar as técnicas de escultura em sala de aula se tornou uma grande dificuldade. É a falta de material, ferramentas, suportes, pois as administrações públicas não os fornecem. Pura falta de compromisso e preocupação com a formação da população em geral. O aluno da escola privada pode e acaba bancando tudo que é necessário, mas em ambos os casos surge em nossos dias mais um grande problema, a violência que está inserida em nossa sociedade.
• A violência inserida em nossa sociedade reflete diretamente nas salas de aula, então, deixar o aluno transportar ferramentas metálicas cortantes em suas mochilas ou bolsas se tornou um perigo. Retê-las nas escolas seria uma outra opção, mas teria que haver um trabalho muito grande de conscientização.
• Felizmente nem tudo está perdido! Aqui no Portal ArteEducar, no Site "Artes" temos algumas sugestões mais simples e que permitem um trabalho bem sério e dinâmico, não apenas para a disciplina Arte, mas também como parte do processo de Alfabetização, Português, Matemática, História, Ciências, Língua Estrangeira, entre outras. Uma opção bem interessante e dinâmica.
A escultura em giz de lousa é o nosso primeiro exemplo.
• Observar que é possível criar detalhes e como no nosso exemplo estudar Arte, Ciências, Português, Matemática etc.
• A escultura em giz de lousa permite produzir as mais diferentes imagens figurativas e até abstratas.
• As ferramentas são as mais simples possíveis e de fácil obtenção. Este trabalho pode ser desenvolvido a partir da terceira série em diante, até mesmo em cursos universitários.
Voltar para o conteúdo