Escrita e Leitura01 - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Arte-Educação
Escrita & Leitura I
Por: Vivaldo Armelin Júnior
2009

Parte II

• A Arte-Educação é uma proposta que não é apenas para a disciplina de Arte, mas sim para a Alfabetização até o ensino superior. Não se trata de apenas educar levando-se em conta apenas a escrita e leitura, mas um processo mais amplo e completo, por essa razão, é importante destacar que foi e é a Arte a responsável pelo surgimento da escrita, pois cada letra é um desenho linear, gravado ou impresso, que ganhou um significado ao ser associado a um som.
• O ser humano, a todo momento, faz uso das artes para produzir, sejam pelos desenhos manuais, como os projetos, ou, hoje em dia, o digital. Desenhos que dão formas a planilhas, objetos de uso no escritório, veículos e até nos computadores. Diagramar é uma Arte, é, portanto, comunicar.
• Na Sala de Aula formar nossos alunos pela Arte-Educação favorece a construção do conhecimento e o desenvolvimento cognitivo, Arte é a maior forma de expressão humana, isso desde as cavernas. Todo aquele ou aquela que que tem oportunidade de aprender pela e com a Arte será em sua maioria mais expressivo, comunicador e interessando.
• Esse conceito vale para todas as áreas do conhecimento humano, pois sem as artes não haveriam objetos, primeiro fabricados à mão, depois em máquinas manuais e por fim, em processo industrial. Sem o desenho dos números e os símbolos não haveria a Matemática e Física. A Arte-Educação conduz a uma outra forma de ver o mundo, uma nova leitura, que não se restringe apenas à leitura da escrita. Construir o conhecimento é perpetuá-lo, para isso é preciso o registro, caso contrário, por via oral, por exemplo, seria impossível, pois ele seria perdido com o passar do tempo. As necessidades e acontecimentos fazem com que muitas descobertas fiquem esquecidas quando transmitidas oralmente, seja por ação da natureza, pela morte do criador ou o desaparecimento da comunidade que tenha desenvolvido algum tipo de conhecimento.
• Arte-Educar é levar em conta que a o conhecimento só se perpetua se houver alguma forma de registro. Nos nossos dias essas opções são diversas, não apenas pela escrita, mas pelo vídeo, arquivo digital, áudio... Todas essas tecnologias dependem das Artes, o que é mais importante para a educação, as artes além de serem uma forma de expressão humana, são a essência do saber, pois em todo processo criativo a imaginação se torna real ao se construir algo, em qualquer área, por exemplo, caso se imagine uma nova panela aquele ou aquela que está criando terá que fazer um desenho ou molde desta, seja manualmente ou mecanicamente ou até em uma impressora 3D.
• Os governantes sabem disso, só que se elevarem a capacidade de pensar e criar da população será um problema para eles, pois não mais haverá dominação.
• Bom estudo e reflexão!

Escrita & Leitura I
Por: Vivaldo Armelin Júnior
2009

Parte I

  • Texto extraído da publicação "Arte Educação", escrito pelo autor desta Portal. Este texto é voltado a todo Educador, não importando a disciplina que leciona.

  • É muito pobre pensar em Arte como uma forma de treinamento motor ou de desenvolvimento da sensibilidade. A amplitude da Arte-educação é muito maior, envolve conceitos, conhecimento, informação e muita pesquisa. Também é necessário saber abstrair, analisar, questionar, criticar e decidir, (estes três últimos  fatores incomodam muitos políticos inescrupulosos e corruptos, pois não querem o desenvolvimento da população), para que se possa criar, projetar e construir. Tudo isso associado ao desenvolvimento dos potenciais perceptivos e das capacidades. Quando se quer desenvolver cognitivamente um educando, é também necessário desenvolver seus potenciais e capacidades.

  • O ser humano difere dos outros animais por ter a possibilidade de interagir e integrar os seus potenciais perceptivos (os sentidos são comuns a todos animais) com as suas capacidades e habilidades.

  • Para que todos esses fatores sejam desenvolvidos, é necessário que o aluno produza seu trabalho, a partir das propostas do Professor, obedecendo às características do seu meio, da sua realidade social, econômica e cultural.

  • Não haverá desenvolvimento quando se usam desenhos mimeografados, fotocopiados, impressos em computador e, no qual, o aluno, tenha apenas que ligar pontos, colorir ou sobrepor linhas, caso de muitos livros didáticos.

  • Esta “técnica” é muito usada por Professores Alfabetizadores (polivalentes) e por alguns Professores de Educação Artística, na maioria das vezes por uma formação errônea e desatualizada, mas infelizmente muitos a usam para ocupar o tempo do aluno e mantê-lo em silêncio.

  • Os resultados desse trabalho são tão ínfimos e que não conduzem o educando a uma evolução perceptiva ou de suas capacidades, muito menos a construção do conhecimento e a conquista do saber.

  • Os meios de comunicação podem e devem ser parte da formação do aluno, por exemplo: a reprodução de seus trabalhos. Para reproduzi-los pode-se utilizar de maneira correta o mimeógrafo a álcool ou a tinta, a fotocópia, ser escaneado. O  trabalho com essas mídias , desde que de forma adequada, será importantíssimo no processo educacional e evolutivo do aluno.

  • NOTA: Vale lembrar que os Meios de Comunicação não são um mero “recurso didático”, são sim, parte do processo educacional. Um “recurso didático” apenas completa o aprendizado, por isso, os Meios de Comunicação não são um mero “recurso”. São na realidade uma linguagem e como tal, permitem a leitura, por tanto, permitem a analisar, questionar, comparar, analisar, criticar e concluir.

  • A Arte Educação está totalmente ligada ao processo de Alfabetização (sobre este assunto tenho outro texto "A Arte e a Alfabetização"), pois envolve o desenvolvimento perceptivo, analítico, crítico e das capacidades.



Voltar para o conteúdo