Cultivo01a - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Como Fazer > Experiência > Plantar
 Cultivo - II
Cultivo em vasos pet - II
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Jul./18
1ª Experiência:
• É bem simples, basta cortar a garrafa pet de dois litros no meio, fazer quatro furos na sua base, colocar no fundo pedras finas, sobre elas terra com adubo natural, plantar a semente ou muda, regar e colocar o vaso sobre um muro, no chão ou pendurá-lo.
• Orientar os alunos quanto aos cuidados, como regar e a adição, se necessário de fertilizante durante o crescimento. Sugestão: Plantar alface!
• Boa experiência!
2ª Experiência:
• Com a parte que sobrou da garrafa, retirar a tampa e fazer um furo no centro. Em seguida proceder de acordo com as orientações da 1ª experiência. Sugestão: Plantar couve-flor.

Atenção: 1. O segundo vaso poderá ser pendurado ou colocado sobre uma tela na horizontal encaixando o bico nos vãos da tela (alambrado). 2. As verduras produzidas poderão ser utilizadas para enriquecer a merenda ou doadas para as famílias mais carentes da U.E. ou de outra comunidade, ou ainda, para uma instituição de assistência social, amparo etc.

Anteriores

 
Cultivo - I
 
Material:
 
(A relação fornecida abaixo está descrita em partes para facilitar a produção na quantidade que será necessária para o trabalho com os alunos).
1. Garrafa PET, uma por aluno.
2. Terra e fertilizante natural.
3. Semente de alface.
4. Arame galvanizado, 40 cm por aluno (opcional).
5. Fita plástica, 40 cm por aluno (substitui o arame).
6. Água limpa.
7. Área para pendurar os vasos, onde não haja goteira.
8. Câmera fotográfica digital.
9. Um pouco de areia ou brita fina (pequena).
Cuidados e Sugestões
(Para que se obtenha bons resultados é necessário alguns cuidados e este quadro tem esta função, pois além dos cuidados com o produto também existe o cuidado com os alunos. Algumas receitas exigem o uso de fogo, produtos químicos, ferramentas elétricas, entre outras possibilidades, e elas poderão causar acidentes).
• Essa experiência poderá ser realizada por qualquer aluno, de qualquer ano/série ou idade.
• Aqui sugerimos o alface que depois de grande poderá ser utilizado pela cozinha da escola ou doado para uma instituição assistencial.
• As alfaces, das várias espécies, germinam em média em uma semana e estão boas para colheita após aproximadamente dois meses.
• Como vamos trabalhar com vasos de garrafa PET não é necessário fazer a transferência, mas a cada 20 dias é preciso colocar um pouco de fertilizante natural.
• A terra e o fertilizante podem ser produzidos na própria escola ou comprados em lojas especializadas em vegetais. Bem como a semente. Nesse caso é preciso ter cuidado com alunos pequenos, pois as embalagens de sementes geralmente contêm fungicida e outros produtos conservantes. O uso de luvas é recomendado, mesmo para os maiores.
• Colocar os vasos em local que possa pegar sol durante o dia, em média quatro horas por dia.
• Pendurá-los com uma distância de 20 cm lateralmente entre os vasos. Se colocar carreiras acima ou abaixo intercalar os vasos e manter uma distância diagonal de aproximadamente trinta centímetros.
• Os furos no fundo da garrafa ou em sua tampa devem ter aproximadamente meio milímetro de espessura, pelo menos três.
• Regar os vasos, quando não chover, duas vezes ao dia, mas não deixar encharcar a terra, de manhã, até as nove horas, e depois, à tarde após as 17 horas.
• Fotografar um ou mais vasos, o ideal é escolher pelo menos três para evitar perder as imagens se uma das plantas morrer. A cada dia salvar as capturas fotográficas e renomeá-las, contendo a data, por exemplo: 01a. 12.10.17, 01b. 12.10.17, 01c. 12.10.17; 02a. 13.10.17, 02b. 13.10.17, 02c. 13.10.17...
• O importante é fazer as capturas na mesma ordem para garantir que não sejam misturadas as imagens, por exemplo, da esquerda para a direita...
• As imagens possibilitarão a criação de uma apresentação de slides, copiá-las em papel e fazer uma exposição, ou ainda, criar uma animação quadro a quadro mostrando cada fase de crescimentos da planta. Nesse caso é preciso usar um tripé ou um apoio para garantir que as imagens estejam na mesma posição, plano, ângulo e distância.
 
Como já foi descrito, nosso objetivo é a reflexão e um trabalho a partir de projeto, por este motivo este item, “Ato Pedagógico” irá descrever uma maneira de trabalhar com a receita disponibilizada a partir de um projeto.
Pré-produção (Antes)
 
1. O primeiro passo é fazer uma boa pesquisa sobre a alface, as espécies, sua origem, o processo de cultivo, a hidroponia, plantação em vasos de garrafa PET, entre outras, a internet é rica nessas informações, inclusive o YouTube, mas recomendamos que o professor indique o endereço para não haver surpresas desagradáveis. Após a pesquisa o aluno deve produzir um texto e ou um relatório sobre o processo.
2. Nesta fase é importante que cada aluno prepare o seu vaso, quando maiores, cortando a garrafa PET e furando seu fundo (três furos) e a tampa com um prego (um furo). E depois, preparar a areia, brita e a terra, antes do cultivo. Terra comercializada já vem com fertilizante, mas nada impede produzi-lo na escola. Com cuidado colocar as sementes, seguir a orientação contida na embalagem.
Produção (Durante)
Pós-Produção (Depois)
 
3. Como já destacamos após a colheita é possível fazer uma visita a uma instituição assistencial e doar as verduras. Realizar palestras ou seminários pelos alunos, não apenas na escola, mas também em outros locais da comunidade. Com as imagens pode-se produzir um e-livro, que barateia o custo final, pois não há a necessidade de impressão em papel, mas não se esqueça de protegê-lo contra alterações com senha.
PROCESSO (FASE A)
 
Tenha todos os materiais em mãos antes de iniciar o trabalho.
 
O trabalho não poderá ser iniciado sem um projeto produzido pelo aluno, este facilitará a construção do conhecimento e o desenvolvimento cognitivo.
• Após o plantio, regar cada um dos vasos.
• É recomendado pendurá-los em cabos e não colocá-los em parede para não prejudicar o crescimento da planta.
• É importante seguir as orientações contidas na embalagem das sementes.
• Boa experiência!
Voltar para o conteúdo