Corpus Christi 01 - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Cultura Popular > Religioso
Cultura Popular - NOVO
Por: Vivaldo Armelin Júnior - Mai/16

• O Portal ArteEducar inicia neste mês de maio de 2016 mais uma novidade, o Site “Cultura Popular”, nele será apresentas imagens relacionadas à cultura popular, tradicional, leiga e religiosa. Nesta primeira apresentação o tema é o dia de Corpus Christi, quando são confeccionados tapetes para a procissão que é realizada geralmente no final da tarde.
• O destaque será também voltado para atividades folclóricas leigas ou religiosas, artesanato popular (não o turístico), pratos típicos, danças etc.
• Nos dias atuais não se dá mais a importância devida às atividades culturais tradicionais, bem como ao folclore, principalmente nas grandes cidades. As pessoas destas grandes cidades muitas vezes não entendem a sua importância para a formação de um povo, de sua cultura e história. Países mais desenvolvidos valorizam sua cultura, a preservam e a mantem. Infelizmente no Brasil pouquíssimos governantes o fazem. Para que valorizar a cultura popular se vivemos em um país extremamente elitista dominante, este é o pensamento vindo destes indivíduos, ou seja, não ligam para o povo. A escola tem o dever de valorizar essa cultura e não o de uma elite que tem apenas o interesse em dominar política e financeiramente.
• Nosso objetivo é favorecer um estudo mais profundo sobre o tema, possibilitando a construção de um conhecimento cultural, político e crítico.
• Abaixo imagens da festa de Corpus Christi em várias cidades no Estado de São Paulo desde 2010.
Tambaú - SP
jun/2010
Piracaia - SP
Jun/2011
Jd. São Paulo, São Paulo - SP
Jun/2011
Santana de Parnaíba - SP
Mai/2013
Bom Jesus dos Perdões - SP
Jun/2014
Guararema - SP
Jun/14
São Luís do Paraitinga - SP
Jun/15
Itu - SP
jun/16
Salto - SP
Jun/16
 
• Acompanhar a confecção dos tapetes é uma atividade interessantíssima, pois a festa faz parte de nossa tradição e cultura. É uma festa mundial, mas no Brasil ganhou destaque com a confecção dos tapetes para a procissão.
História
 
• Esta festa surge no final do século XIII, na cidade belga de Lieja, na Abadia de Cornillon, fundada em 1124. A prioriza Juliana de Monte Cornillon foi a criadora da Festa de Corpus Christi. Abençoada por Deus, conduziu os trabalhos por amor e muita fé. Jesus era amado não apenas por ser Deus, mas pelo seu sacrifício em favor do ser humano. Juliana vem a falecer no ano 1258, não presenciando a oficialização da festa por ela criada.
• A festa foi decretada no ano de 1264 pelo então Papa Urbano IV.

Enfeitar as ruas
 
• Não se tem uma data precisa de quando teve início a tradição de enfeitar as ruas para a procissão passar. No Brasil essa atitude do povo cristão católico tinha e tem por objetivo homenagear a Deus, honrando o Corpo de Cristo (Corpus Christi).
• Os enfeites usam diversos materiais, desde serragem e terra tingida, mas também casca de ovo, tampas de garrafa, cal e ou tinta cal, argila, sucata, borra de café, tecido, fuxico, entre outros materiais.
• Na procissão o sacerdote caminha sobre o tapete e o povo segue ao lado, portanto não pisa sobre o tapete. Na frente o sacerdote caminha conduzindo o ostensório.
• Foram os portugueses que trouxeram essa festa para o Brasil, mas foi durante o período da Arte Barroca que a festa ganhou em qualidade e beleza. Foi em Ouro Preto, MG, que surgiu essa tradição tão brasileira, a de confeccionar os tapetes nas ruas onde passaria o ostensório com a Hóstia consagrada, ou seja, para os católicos, o Corpo de Cristo.
• O povo, inicia o trabalho preparativo, muitas vezes um ano antes da festa, e na data, levanta cedinho para enfeitar as ruas. Destacamos três cidades paulistas quanto a qualidade dos tapetes, são elas: Tambaú, Matão e Santana de Parnaíba. Outras realizam também fazem esta festa enfeitando as ruas, como é possível observar na imagens.
• As fotos foram feitas pelo responsável por este Portal, detentor de todos os direitos autorais.
• Abaixo duas imagens de Santana do Parnaíba - SP, de 2007.
Voltar para o conteúdo