Biscuitll01a - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Como Fazer > Massas

BISCUIT OU PORCELANA FRIA I

Material:
(A relação fornecida abaixo está descrita em partes para facilitar a produção na quantidade que será necessária para o trabalho com os alunos).
Cuidados e Sugestões
(Para que se obtenha bons resultados é necessário alguns cuidados e este quadro tem esta função, pois além dos cuidados com o produto também existe o cuidado com os alunos. Algumas receitas exigem o uso de fogo, produtos químicos, ferramentas elétricas, entre outras possibilidades, e elas poderão causar acidentes).
  • 2 xícaras (de chá) de cola branca para biscuit ou madeira.

  • 2 xícaras (de chá) de amido de milho.

  • 2 colheres (de sopa) de vaselina líquida.

  • 2 colheres (de sopa) de vinagre branco.

  • 2 colheres (de sopa) de creme para as mãos, sem silicone e não gorduroso.

  • Escolher por: fogão à gás ou forno elétrico ou microondas.

  • Vasilha de plástico ou vidro para preparar a massa.

  • Panela revestida com ágata - para fogão.

  • Colher de pau.

  • Vasilha própria para microondas.

  • Filme plástico magnetizado (estes usados na cozinha).

  • Dois sacos plásticos com capacidade maior que a quantidade de massa.

  • Armazenar a massa embalada em filme magnetizado (para uso em cozinha), bem vedada, em local fresco, longe da ação direta da luz natural ou artificial e dentro de um saco plástico.

  • Quando da modelação usar apenas a quantidade necessária. As sobras deverão estar embaladas e longe de fonte de calor ou luz.

  • Enquanto a massa ainda está úmida não há a necessidade do uso de cola para fixar partes ou peças, mas ela aumentará a aderência.

  • Colocar as peças que estão secando sobre uma superfície mais rígida, como papelão coberto com um plástico.

  • Não deixar a massa desembrulhada, caso isso ocorra ela irá endurecer.

  • Caso queira guardar a massa em geladeira, deverá estar embalada como o indicado no item I. Não colocar no congelador ou frízer.

  • Para que a massa fique semitransparente não usar o branco ou preto, apenas o pigmento da cor desejada.

  • Antes de tingir a massa, caso a queira opaca, com qualquer cor é preciso tingir com o branco (de preferência o branco de titânio).

  • Quando quiser tons claros de uma determinada cor basta adicionar uma quantidade menor de tinta ou pigmento.

  • Para escurecer uma cor adicionar mais tinta ou pigmento.

  • Quando desejar clarear uma cor escura, adicionar massa branca.

  • Caso queira usar o branco para clarear ou o preto para escurecer lembrar que estes neutros provocarão a neutralização da cor.

  • Para tingir a massa existem várias opções: pigmento (em pó); corante líquido; tinta (a óleo, guache, aquarela, corante para tinta látex, tinta para tecido etc.); corantes naturais etc.

  • Esta massa substitui a argila em muitos casos e não é necessária a queima.

  • Poderá ser usado para produzir desde artesanato até objetos de uso doméstico, para escritório, industrial, teatro, cinema, televisão etc.

  • Cada aluno poderá fazer a sua massa, o resultado será melhor pois serão levadas ao microondas ou fogão a quantidade ideal de massa para o cozimento.

  • Recomenda-se que seja colocada a quantidade máxima de massa para cozimento de três receitas por vez.

Como já foi descrito, nosso objetivo é a reflexão e um trabalho a partir de projeto, por este motivo este item, “Ato Pedagógico” irá descrever uma maneira de trabalhar com a receita disponibilizada a partir de um projeto. 

Pré-produção (Antes)

1. A versatilidade desta massa é muito grande, só não é impermeável, como a argila queimada (cerâmica). Existe a possibilidade que seja produzidos materiais para uso em qualquer disciplina, como: Matemática, Artes, História, Português, Língua Estrangeira, Geografia, Ciências etc. Também é ideal para a produção de maquetes, miniaturas, do esqueleto humano ou de outro animal, órgãos internos do corpo humano ou de outro animal etc. Por este motivo é que ele deve ser parte de um projeto, caso contrário será um "aprendizado" dissociado do pedagógico e da construção dos saberes.
O projeto poderá ter como tema o meio ambiente, material reciclável, teatro, passagens históricas, comunidade, por exemplo entre outras infinitas propostas. Nesta caso deverá ser trabalhado de forma a atender uma necessidade ou à propostas feita pelo professor e/ou aluno, como uma animação feita com máquina digital e o computador, ou ainda, um vídeo.
Vale destacar a diferença entre os diversos materiais e a utilização da tecnologia no decorrer dos tempos.

Produção (Durante)

2. Nesta etapa, o professor deverá estar atento aos problemas encontrados pelos alunos e não apenas responder ou dar a solução, mas incentivar a pesquisa.
Quando da produção da massa ou objeto é importante que o professor sempre lembre o aluno que esta é uma etapa do projeto, não a solução completa.

Pós-Produção (Depois)

3. A discussão, exposição dos materiais criados, participação em debates, seminários, se possível abertos á comunidade escolar ou entre escolas.
A falta de verba é um problema, mas a realização de congressos interescolares traria grandes possibilidades para a construção do conhecimento.
Pelo menos uma discussão sobre o projeto, bastante crítica, deve ser feita e quando outras novas soluções surgirem deverão ser abertas a novas discussões.

PROCESSO (FASE A)
Tenha todos os materiais em mãos antes de iniciar o trabalho.

1. Separar o creme para as mãos! Misturar todos os demais ingredientes na vasilha de plástico, amassar e sovar para que a massa fique consistente e lisa.

2. No Microondas: Colocar a massa em um recipiente refratário e levar ao microondas em potência máxima por 1 minutos. Retirar a massa, sovar e retornar ao microondas por mais 1 minuto. Repetir a operação mais uma vez*.
*Nota: Para perceber se a massa está no ponto certo basta constatar um leve ressecamento na parte externa e  um pouco mole por dentro.

3. Retirar a massa do microondas e adicionar o creme para as mãos. Sovar a massa até que ela não mais grude nas mãos. Colocar num saco plástico até esfriar totalmente.

4. Quando estiver fria embrulhar no filme magnetizado e colocar em um outro saco plástico.

5. Armazenar em local que não seja quente, não sofra ação direta da luz solar, seja poluído, contenha produtos químicos etc.

6. Quando for usar, caso queira tingir, adicionar aos poucos o pigmento, tinta ou corante até que se consiga a cor e tom desejado, mas este processo não poderá demorar muito tempo para que a massa não seque. A parte que não for usada, embalar no filme magnetizado e colocar no saco plástico.

7. Os objetos produzidos poderão ser pintados e neste caso, não há a necessidade de tingimento.

8. No fogão a gás: Exceto o creme para as mãos, junte em uma panela de ágata ou antiaderente todos os ingredientes.

9. Com o fogo médio e sempre mexendo até que comece a desgrudar da panela. Retirar do fogo e esperar esfriar.

10. Acrescentar o creme de mão e sovar a massa até que se tenha uma mistura homogenia.

11. No Forno Elétrico: Deixar o forno aquecendo enquanto prepara a massa. O creme de mão deverá ser acrescido após o cozimento.

12. Deixar o forno aquecendo enquanto é preparada a massa.

13. Repetir o processo indicado nos itens "2" até "7".

Voltar para o conteúdo