Avião01b - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Como Fazer > Artesanato
Material:
(A relação fornecida abaixo está descrita em partes para facilitar a produção na quantidade que será necessária para o trabalho com os alunos).
Cuidados e Sugestões
(Para que se obtenha bons resultados é necessário alguns cuidados e este quadro tem esta função, pois além dos cuidados com o produto também existe o cuidado com os alunos. Algumas receitas exigem o uso de fogo, produtos químicos, ferramentas elétricas, entre outras possibilidades, e elas poderão causar acidentes).
1. Papel para dobradura ou mais grosso.
2. Cola branca.
3. Tesoura sem ponta.
• Pode ser desenvolvido por alunos de qualquer idade. Não usar tesoura com ponta ou estilete com alunos até o nono ano.
• Um trabalho dinâmico e interessante, pois pode-se estudar a forma, tamanho, escala, criação de maquete, vídeo animação, apresentação de slide show, entre outras possibilidades.
• O mais interessante não é fazer uma cópia do modelo apresentado, mas antes do início do projeto, fazer uma pesquisa sobre aviões e suas características, como: se para transporte de passageiros, resgate, UTI aérea, carga, segurança etc. O aluno criando o seu próprio modelo enriquecerá o trabalho.
• No exemplo não usamos molde ou desenho base, mas trabalhando com o aluno, sugerimos que sejam desenhadas todas as partes do avião antes de iniciar o recorte, sempre com a folha dobrada e a parte da dobra nunca será cortada. O desenho permite o trabalho com régua e esquadro, bem como o estudo da escala e proporções.
• É possível usar cartolina, papel cartão (melhopr opção), papelão de caixa de camisa, sapato etc.
• O avião poderá ser montado com papel de várias cores, dando assim maior realismo, ou ainda, pintado com lápis de cor.
• Poderá ser desenvolvido individualmente ou em grupo. Sendo em grupo não trabalhar com mais de três alunos por grupo e se possível misturar meninos e meninas.

PROCESSO (FASE A)
Tenha todos os materiais em mãos antes de iniciar o trabalho.
O trabalho poderá ser iniciado com ou sem o desenho da forma (letra ou figura) a ser obtida.
• Todas as disciplinas e áreas do conhecimento poderão desenvolver este trabalho, que deve ser baseado em projeto, são muitas as possibilidades, o melhor, este proporciona a inter-relação entre conteúdos, mais a troca de experiências entre profissionais da educação e a interdisciplinaridade.
• Fotografando o processo é possível criar e produzir um e-livro, com textos e imagens, e até vídeos, contendo todas as etapas de desenvolvimento do projeto. Após a conclusão, os e-livros, se preferir, os e-books, podem ser distribuídos entre os alunos participantes e até mesmo pela escola em CD, DVD, pen drive, cartão de memória, enviado por e-mail... E também disponibilizado no site da U.E. (Unidade Escolar), a única recomendação, que será comentada no último texto desta página, é a proteção do arquivo PDF para modificação e edição, cópia de texto ou imagem.
• Os professores de Matemática, Arte, Geografia, por exemplo, podem trabalhar a criação de um projeto com desenho feito usando régua, esquadros, compasso, transferidor, portanto usando a escala, proporções.
• Criar a maquete de um aeroporto, baseado ou não em um real, ou ainda, pendurar os modelos no teto, ou outro local, criando assim, uma simulação de móbiles e voo.
• Por essa razão é importante fazer uma visita a um aeroporto local, pista de terra ou grama, ou a um aeroporto de nível nacional e, ainda, um de nível internacional.
Protegendo:
• Todos os editores de texto, grátis ou pagos permitem salvar seus arquivos no formato e-livro. Esse formato é mais conhecido como PDF. Para protegê-los basta escolher a opção “proteger”, nela, optar por proteger contra impressão, modificação e cópia. Então fazer as seleções necessárias e salvar o arquivo com outro nome, por exemplo, “Aviões”, salvar como “AviõesFn”, o Fn é de final. Não haverá impedimento de abertura, que também pode ser feito, mas não é recomendável, mas não será possível copias textos ou imagens usando teclas de atalho, “Ctrl + C e Cntrl + V”, imprimir o trabalho e editá-lo.
Voltar para o conteúdo