Armário01a - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Como Fazer > Mobiliário

ARMÁRIO DE CAIXA DE MADEIRA I

Material

A relação fornecida abaixo está descrita em partes para facilitar a produção na quantidade que será necessária para o trabalho com os alunos.

Cuidados e Sugestões
Para que se obtenha bons resultados é necessário alguns cuidados e este quadro tem esta função, pois além dos cuidados com o produto também existe o cuidado com os alunos. Algumas receitas exigem o uso de fogo, produtos químicos, ferramentas elétricas, entre outras possibilidades, e elas poderão causar acidentes.

  • Cinco caixas de madeira de hortifrutigranjeiro.

  • Prego e Martelo.

  • Tinta a óleo (PVC) preta, mais uma cor e solvente.

  • Lixa fina de madeira.

  • Pincéis e dois rolinhos de espuma, um para pintura e outro para passar cola.

  • Serrote.

  • Furadeira elétrica.

  • Tesoura grande e/ou estilete.

  • Régua de aço e um esquadro.

  • Uma folha de Papel Cartão branco - molde para os separadores alfabéticos.

  • Bastante Jornal velho.

  • Cola Branca de madeira.

  • Este trabalho poderá ser desenvolvido com alunos maiores, por exemplo, a partir da 4ª série ou 4º ano do ensino fundamental.

  • Não permitir que crianças manipulem a furadeira elétrica e cuidado com o martelo e prego.

  • A tinta a óleo, como toda substância química é tóxica, por isso tomar cuidado com crianças que tenham alergia.

  • Não permitir que as crianças se aproximem do solvente.

  • As crianças poderão pintar o arquivo desde que usem luva plástica.

  • Muitas caixas de madeira possuem muitas farpas e para evitar ferimento é conveniente lixá-las.

  • Muitas caixas de madeira, hoje em dia não tem suas partes pregadas, mas sim grampeadas e por esta razão necessitem de reforço.

  • Nunca permita aos alunos o uso do estilete.

  • Serão produzidos 4 arquivos.

  • Escolher cinco caixas sem rachaduras, partes trincadas ou quebradas e que não estejam em fase de apodrecimento.

Como já foi descrito, nosso objetivo é a reflexão e um trabalho a partir de projeto, por este motivo este item, “Ato Pedagógico” irá descrever uma maneira de trabalhar com a receita disponibilizada a partir de um projeto.

Pré-produção (Antes)

1. Este trabalho pode ser feito em conjunto entre professor e aluno, mas também poderá trazer a comunidade para a escola, como os pais que auxiliarão na fabricação dos arquivos. Discutir e problematizar a necessidade do reaproveitamento de material. Este é o momento para discutir a questão do lixo, do sistema de esgoto, tratamento da água etc.

Produção (Durante)

2. Nesta etapa, o professor deverá estar atento aos problemas encontrados pelos alunos e não apenas responder ou dar a solução, mas incentivar a busca por uma solução.
Quando da fabricação do arquivo é importante que o professor discuta com o aluno a importância da fabricação do arquivo, qual é a sua função e o motivo de não se utilizar de um industrializado. A participação coletiva é a mais indicada.

Pós-Produção (Depois)

3. Fazer uma espécie de inauguração, se possível com a presença dos pais e/ou responsáveis, para mostrar o resultado do trabalho coletivo.
Discutir com o aluno qual foi a importância do trabalho coletivo para eles e para a sua escola.

PROCESSO

Tenha todos os materiais necessários em mãos antes de iniciar o trabalho.

1. Observar como a caixa foi montada e verificar se será necessário reforçá-la. Caso as peças tenham sido grampeadas e não pregadas será necessário reforçar com prego.

2. Lixar, se necessário, todas as partes internas e externas das caixas. Lixar de forma especial os cantos e as emendas. Havendo área impressa ou pintada é necessário retirar a tinta.

3. Desmontar uma das cinco caixas retirando todos os pregos ou grampos e tomando o cuidado para não danificar nenhuma peça.

4. Pegar as tábuas laterais e do fundo e cortar oito sarrafos com 3 cm de largura.

5.  Pregar os pedaços sobre a madeira de sustentação (coluna) da caixa.

6. Colar cinco folhas inteiras de jornal, uma sobre a outra, e colocar para secar. produzir mais dois conjuntos. Aplicar a cola com um dos rolinhos (não usar com tinta). Aguardar a secagem.

7. Cortar as lâminas de papel na largura da caixa.

8. Passar cola na parte inferior do sarrafo superior e iniciar a colagem da lâmina. Tudo internamente.

9. Passar cola nos sarrafos laterais e mais uma vez colar. Por fim, fazer o mesmo no fundo.

10. Repetir o processo nos outros lados internos e então cortar uma lâmina no tamanho do fundo, passar cola e fixar a lâmina com firmeza.

Aguardar a secagem desta caixa enquanto monta as outras.

11. Pintar a parte interna com a tinta a óleo preta, melhor para a limpeza e conservação. Usar o pincel. No mínimo três demãos.
Aguardar a secagem, entre cada demão, por no mínimo duas horas e a secagem final, por no mínimo 48 h.

Como opção será possível revestir a caixa, internamente, com tecido, porem não deixe de pintar as lâminas de jornal.

12. Pintar a parte externa da caixa e as áreas de jornal expostas. Aplicar no mínimo três demãos. O ideal é combinar o uso do pincel e o rolinho.
Aguardar a secagem, entre cada demão, por no mínimo duas horas e a secagem final, por no mínimo 48 h.

Manter apenas a cor da tinta ou decorar usando aplicações, adesivos, desenhos etc.

13. Colocar as caixas sobre um balcão com altura que possibilite aos alunos fazer a consulta.

14. Nota: O armério poderá ser empilhado com até três módulos ou prateleiras quando colocados com a abertura para frente. Na nossa proposta a abertura ficará para cima para colocação das divisórias. É importante que os alunos aprendam a consultar e principalmente aprendam a arquivar por assunto e em ordem alfabética.

II. Confecção dos modelos para os separadores:
Tenha todos os materiais antes de iniciar o trabalho.

1. Dividir a folha de papel cartão em quatro partes.

2. Usando uma folha de papel sulfite como modelo para o tamanho do separador, desenhar com o auxílio da régua de aço, no papel cartão, a forma do separador e a aba.

3. Na segunda parte desenhar o segundo separador e a aba em outra posição. Repetir o processo do item 1.

4. Na terceira parte desenhar o segundo separador e a aba em outra posição. Repetir o processo do item 1.

2. Na quarta parte desenhar o segundo separador e a aba em outra posição. Repetir o processo do item 1. Recortar com um estilete, nesse caso o professor é que deve fazê-lo quando se tratar de crianças, ou com uma tesoura grande sem ponta, caso contrário é o professor que deverá fazê-lo.

06. Nota: Cada modelo do separador terá a aba em uma posição diferente para facilitar a pesquisa, conforme modelo na figura abaixo. Para evitar traças é recomendado a impermeabilização dos separadores com cola branca. Basta aplicar com o rolinho, mas atenção, aplicar primeiro de um lado e depois do outro quando o primeiro já estiver seco. Não pendurá-lo em um varal, pois os prendedores deixarão marca.

III. Confecção dos Separadores:
Tenha todos os materiais antes de iniciar o trabalho.

1. Na segunda parte desenhar o segundo separador e a aba em outra posição. Repetir o processo do item 1.

2. Repetir o processo até a obtenção de 28 lâminas. Cada lâmina permitirá a confecção de quatro separadores, pois estamos produzindo quatro arquivos. Aguardar a secagem.

3. Colocar o molde sobre a lâmina e desenhá-lo.

4. Com a tesoura cortar o separador.

5. Pintar o separador com a tinta a óleo preta com o auxílio do rolinho, primeiro de um lado, aguardar a secagem e depois do outro lado

6. Após a produção de todas as abas, com auxílio do pincel, pintar a letra do alfabeto correspondente a cada um dos separadores.

IV. Observações:

1. Quando os arquivos não estiverem em uso poderão ser sobrepostos, mas não é recomendado o empilhamento de mais de três unidades. Esta atitude evitará acidentes.
2. Não usar inseticida nas prateleiras.
3.. a caixa de madeira poderá ser impermeabilizada com cola branca antes da pintura, nesse caso usar um pincel chado e na largura máxima de dois centímetros.

Voltar para o conteúdo