Areia-Vidro1a - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Arte > Artes Plásticas > Modelação

MODELAÇÃO AREIA EM VIDRO I

Material

A relação fornecida abaixo está descrita em partes para facilitar a produção na quantidade que será necessária para o trabalho com os alunos.

Cuidados e Sugestões
Para que se obtenha bons resultados é necessário alguns cuidados e este quadro tem esta função, pois além dos cuidados com o produto também existe o cuidado com os alunos. Algumas receitas exigem o uso de fogo, produtos químicos, ferramentas elétricas, entre outras possibilidades, e elas poderão causar acidentes.

  • Vidro - 3 cm de altura e incolor, com tampa e boca larga.

  • Areia.

  • Pó Xadrez - várias cores para tingir a areia.

  • Luva plástica para tingir e manusear a areia.

  • Peneira plástica de trama bem fina.

  • Vasilha de plástico ou metal para tingir a areia.

  • Colher grande para a mistura da areia e o pó.

  • Hastes flexíveis de algodão ou palito de dente com aponta envolta em algodão.

  • Vasilhas de plástico (podem ser garrafas pets cortadas) para a areia tingida ainda não usada e outra para a areia usada.

  • Colher de café para despejar a areia no vidro.

  • Avental de plástico (pode ser feito com saco de lixo azul ou preto de 100 litros ou mais).

  • Cola branca para madeira.

  • Pincel roliço nº 6.

  • Vasilha com água para lavar o pincel.

  • Cola epóxi ou cola quente.

  • Peneirar a areia em peneira de plástico de trama bem fina e usar a apenas a areia peneirada e limpa.

  • A terra é tingida com maior facilidade do que a areia.

  • Areia de praia marítima poderá ser utilizada desde que seja lavada por imersão em um balde e a água deve ser trocada a cada três horas, exceto durante a noite durante três dias.

  • Usar sempre a luva quando estiver trabalhando com a areia.

  • O Avental de saco de lixo é fácil de fazer, basta fazer dois furos para os braços e um no centro para a cabeça. Fig. A, abaixo.

  • Para adultos os sacos poderão ser abertos na lateral e uma passagem para a cabeça na parte superior. Fig. B, abaixo.

  • O vidro deverá estar limpo e seco.

  • Após cada etapa lavar muito bem o pincel em água corrente.

  • Tingir a areia com pó xadrez seco e em quantidade pequena. Ele só será umedecido quando da aplicação. Este corante é bastante forte.

  • Manter uma quantidade relativamente grande de areia natural para encher os vidros após o termino do trabalho.

  • É importante encher o vidro com areia natural após a secagem da ultima etapa para garantir que não ocorra o descolamento da área modelada.

  • Não usar anéis com a luva.

  • É importante que os alunos façam um trabalho cooperativo.

  • A areia tingida deverá ser acondicionada em embalagens para uso coletivo e solidário.

  • Quando da colocação da areia no interior do vidro é conveniente que o trabalho seja feito em dupla.

  • A areia retirada do interior do vidro deve ser colocada em outra vasilha e reutilizada.

  • Enquanto o aluno aguarda a secagem estará ajudando um colega.

  • Não modelar uma nova área sem que a outra não tenha secado para evitar a mistura de cores e o dano ao trabalho.

  • O mesmo trabalho poderá ser feito em embalagens de plástico, os pets, ou de vidro maiores incolores.

Como já foi descrito, nosso objetivo é a reflexão e um trabalho a partir de projeto, por este motivo este item, “Ato Pedagógico” irá descrever uma maneira de trabalhar com a receita disponibilizada a partir de um projeto.

Pré-produção (Antes)

1. Antes de iniciar a produção da areia modelada no vidro é importante estudar a origem da areia e da terra, bem como é fabricado o vidro. Essa pesquisa poderá resultar não apenas em um trabalho a ser ou não entregue ao professor, mas em um e-livro, por exemplo.
Caso haja possibilidade dos alunos realizarem a coleta da areia e ou terra é importante para a continuidade dos estudos.
Outra pesquisa interessante é a função de objetos de decoração, artesanal ou uma obra de arte.

Prdução (Durante)

2. Quando iniciar o trabalho o aluno, como já destacamos, deverá sempre usar luvas e o avental, não importa a idade e é nesse momento que há a possibilidade de uma conversa de se discutir a questão da segurança.
Orientar o aluno para ter paciência e calma
durante a modelação. Essa é outra discussão importante que poderá ser feita juntamente com a modelação. Essa ação evita brincadeira e desatenção.

Pós-produção (Depois)

3. A exposição é geralmente a primeira atividade, mas esse trabalho poderá gerar outras produções, como a fotográfica, de vídeo, filme, documentário, peça teatral etc. Para uma exposição é imprescindível que cada peça esteja a aproximadamente 15 cm uma da outra.

PROCESSO

Tenha em mãos todos os materiais antes de iniciar o trabalho.

AVENTAL

A MODELAÇÃO

0. Vidro boca larga facilita o trabalho.

1. Colocar o vidro sobre uma superfície lisa e horizontal. Umedecer o pincel na cola e criar a primeira parte da forma ou figura desejada referente a primeira cor.

2. Pagar a colher de café, com um pouco de areia tingida ou natural e despejar com cuidado no interior do vidro. Inclinar o vidro e girar para que a areia se fixe sobre a área com cola.

3. Com cuidado despejar o excesso de areia na vasilha destinada a este fim. Nunca retornar a areia usada na vasilha que contém areia não usada. Aguardar a secagem por no mínimo 15 minutos se o tempo não estiver úmido ou frio.

4. Após a secagem desfiar a ponta de algodão da haste flexível. Limpar as áreas que ainda não foram modeladas com cuidado para não danificar a(s) área(s) já trabalhada(s).

5. Repetir o processo indicado nos itens 1 a 3. Lembrar que ao final de cada etapa é necessário aguardar a secagem.

6. Ao terminar a modelação e a secagem despejar areia in natura até quase a boca do vidro.

7.  Bater o vidro levemente, sobre um tecido grosso e macio, para que a areia se compacte, completar o que for necessário.

8. Misturar a massa epóxi e  cobrir toda área interna até a altura da boca do vidro ou aplicar cola quente da mesma maneira.

9. Com a cola epóxi ou cola quente ainda úmida tampar o vidro firmemente. Aguardar secagem por no mínimo duas horas.

Voltar para o conteúdo