A Arte faz a História01 - ArteEducarJun15

Seguindo em frente a 16 anos!
Ir para o conteúdo
Arte > História das Artes

Módulo I
Pré-história III

• A Pré-história é um período que fascina o ser humano, mas não há nenhum documento contando o que se passou naquela época.
• Tudo que sabemos vem de indícios oriundos de hipóteses baseadas em achados arqueológicos, como: fogueiras, objetos de cerâmica, os desenhos e pinturas rupestres etc.
• Um período anterior à descoberta da escrita, por essa razão é necessários que várias áreas da pesquisa se unam para reconstruir a história e a cultura da época.
• São artistas, historiadores, paleontólogos, antropólogos, arqueólogos, médicos, químicos, entre outros profissionais.
• A Pré-história está dividida entre três períodos, são eles: a. Paleolítico Inferior (tem início em aproximadamente 500.000 mil anos a.C.). b. Paleolítico Superior (tem início em 30.000 mil anos a.C.). c. Neolítico (tem início em 10.000 mil anos a.C.).
• O período denominado por Pré-história também é denominado como Idade da Pedra.
• O Paleolítico Superior é marcado pelas primeiras obras artísticas e não apenas a produção de ferramentas utilitárias, como as armas, lanças, machados, marretas etc.
• A pintura e o desenho rupestre na Pré-história aparece na Europa, África, Ásia, mas também no Brasil, porém aqui não são tão antigos.
• Por exemplo, essas pinturas e desenhos são achados nas cavernas de Altamira, na Espanha, Niaux e Lascaux, na França.
• O importante é entender os motivos que levaram o ser humano a fazer esses registros em locais inóspitos, sem iluminação natural, longe da entrada dessas cavernas e para muitos difíceis de serem visualizados.
• Acredita-se que estas obras tinham uma função específica, a magia. Com as pinturas os povos da época acreditavam que ali estariam presas as "almas" dos animais representados, desta maneira poderiam ser capturados e abatidos.
• Desses animais tudo era usado, a pele para proteger o corpo, a carne para alimentar, o osso para fazer ferramentas ou armas, o sangue também era alimento, mas também pigmento para as tintas.

• Essas pinturas e desenhos são obras simples e lineares, outras marcas em negativos como as mãos.
• Essa forma de expressão surgiu provavelmente a partir da observação do ser humano no seu dia a dia, por exemplo, ao deitar no chão seu corpo deixava uma marca, bem como a pegada, então descobriu que com os dedos poderia deixar sua marca no chão.
• Outra hipótese é a marca deixada pela mão e pé enlameado no chão e na parede das cavernas e morros rochosos.
• Deste primeiro passo começou a pesquisar e descobriu que o carvão poderia deixar marca, também alguns tipos de pedra, o sangue, resinas de algumas plantas etc.
• Deixar a marca das mãos nas paredes da cavernas foi a primeira forma de expressão, mas não tinha nenhuma semelhança com as formas de expressão dos nossos dias.
• Já o negativo, via sopro, veio depois, pois o ser humano priorizava a representação de animais. Provavelmente todo aquele que sabia desenhar e pintar era considerado e protegido pelo grupo.

ANTERIORES


Módulo I
Pré-história

  • Todo ser vivo se comunica de alguma maneira, seja para inibir um ataque, ou seja, para a sua defesa; ao cortejar uma fêmea; no momento da caça; na proteção do grupo etc.

  • O ser humano também se comunica, mas ao contrário dos demais seres vivos ele adquiriu a capacidade de perpetuar sua comunicação. A evolução humana ocorreu de maneira gradual e a partir de muita observação. Uma capacidade que não é observada em nenhum outro ser vivo.

  • Quando o ser humano fez os seus primeiros registros, seja por meio do desenho ou da pintura, não tinha a noção da perpetuação da ideia, mas sim esses estavam ligados mais intimamente à magia.

  • Esses seres humanos que tinham a habilidade do desenho se sobressaíram aos demais, pois tinham a condição de acessar os deuses.

  • Com o tempo esses trabalhos começaram a ganhar um significado especial, pois se passou a convencionar cada desenho a uma palavra. Era o surgimento da escrita.

  • O ser humano ganhou a capacidade de "armazenar" conhecimentos por meio dos registros e esses sempre foram desenhos ou pinturas.

  • Vale lembrar, pois em outros espaços deste Portal já comentamos sobre este assunto, de que cada letra, de cada um dos sistemas de escrita existentes no mundo humano, é um mero desenho abstrato, mas que ganhou um sentido ao ser associado a uma palavra ou som. Essa convenção permitiu que o ser humano se comunicasse com seus semelhantes e perpetuasse seus conhecimentos.

  • É a arte construindo os conhecimentos humanos. Essa condição é mantida nos nossos dias, pois tudo que o ser humano faz em algum momento foi desenhado, pintado, modelado ou esculpido. Uma panela artesanal de cerâmica é antes de tudo modelada, ganha a forma e adequações dependendo das necessidades, para que o ser humano a utiliza para produzir alimento, armazenar líquidos e alimentos, entre outras opções.

  • As Artes estão presentes no dia a dia do ser humano, mas não é percebida e consequentemente não é valorizada.

  • Quando uma criança pequena brinca com o barro, massa de modelar, está criando, imitando o mundo do adulto, por meu da modelação, uma forma de expressão e que permite, como toda representação artística construir conhecimento.

  • Quando se alfabetiza usando todas as expressões e técnicas artísticas o resultado com certeza será o desenvolvimento cognitivo pela construção do conhecimento. As letras são ensinadas aos alunos como algo dissociado das Artes, condição que dificulta seu entendimento e associação. O aluno acaba decorando e automatizando a associação entre a forma da letra e o som. Não estamos falando da escrita oriental, pois ele tem outras regras e convenções.

  • Por esse motivo disponibilizamos esta seção. Nosso objetivo é proporcionar o conhecimento por meio das Artes, pois sabemos que sem as técnicas artísticas o ser humano não teria evoluído, seja na matemática, ciências naturais, médicas etc.


  • O ser humano passou a produzir objetos que lhe facilitassem a sobrevivência e até pudesse manter a sua saúde. Ao produzir uma vara de pescar fez-se um prolongamento dos braços e desta maneira poder caçar o alimento com mais segurança e mais distante.

  • Quando o ser humano passa a construir sua moradia está mais uma vez assegurando a manutenção de sua vida contra a natureza e suas leis. O mais fraco agora amparado por uma edificação, ganha força contra animais mais fortes e até mesmo contra seres da sua própria espécie.

  • As Artes, todas, proporcionaram ao ser humano uma condição de vida diferenciada dos demais animais. Uma condição que nos permitiu chegar aos nossos dias fortalecidos, mas também egoístas, pois estamos transformando esse mundo em um "lar" que atenda apenas às nossas necessidades e nos esquecendo dos demais seres vivos.

  • Conhecer a nossa história, nossa evolução, é preciso conhecer e entender as Artes.

  • A História só existe porque as técnicas artísticas, como o desenho, a pintura, escultura e a modelação, permitiram a perpetuação da informação e consequentemente do conhecimento adquirido. As Artes são a estrutura, o alicerce, a sustentação para a evolução humana. Reforçando, sem elas nada seria possível.

  • Os objetos que o ser humano produz para atender às suas necessidades são confeccionados com o formato que facilite seu uso, preserve o conteúdo que nele será adicionado.

  • Esses objetos podem ter uma aparência comum, sem decoração. No entanto o ser humano é capaz de se expressar, por esse motivo ele passou a decorar seus objetos com desenhos feitos diretamente sobre a superfície externa do objeto, mais tarde desenhando com tinta que queimada resistia ao calor e à água. Mais tarde pintando sobre essa mesma superfície.

  • É o que ocorre com uma pintura, desenho, escultura, gravura, fotografia, vídeo etc. O ser humano se expressa com imagens, inicialmente estáticas, e nos nossos dias animadas. Um desenho de um cavalo ganha sentido artístico, histórico e cultural, dependendo do fato, acontecimento, momento e como a obra foi trabalhada.

  • Obras rupestres tinham a função mágica, por esse motivo os seres humanos daquela época sobrepunham as imagens quando não havia mais espaço naquela parede ou a emergência da necessidade.

  • Objetos utilitários e os decorativos são resultado de uma necessidade física ou de expressão. Um rei, faraó ou outro soberano quando mandava seus súditos esculpirem sua imagem era para torna-lo conhecido, mostrar sua força e poder, garantir sua lembrança e existência.

  • Para finalizar esse comentário, a Arte é o único registro confiável, mesmo quando não é fiel à realidade. Sempre retratará uma época, estilo de vida, formação e estrutura social, econômica e os costumes.

Módulo I
Pré-história II

• As Artes são parte da evolução humana, são elas que possibilitam representar seu meio, formas ou até pensamentos e sonhos, mas o principal entender o seu meio.
• A arte de pintar e desenhar, por exemplo, surgiu a escrita, o ser humano aprendeu a convencionar e associar o som ao desenho das letras. Da arte de modelar o barro pelo acaso surgiu o tijolo, a telha, as grandes colunas, entre outros elementos arquitetônicos. Esses dois exemplos já demonstram a importância das Artes, ou melhor, de todas as linguagens artísticas e expressivas.
• Para entender as Artes é preciso saber que o ato de compor não é apenas um momento de expressão humana, esse momento está interligado ou associado à criação, interpretação e organização. O resultado será a obra de arte.
• Já na pré-história os utensílios domésticos foram produzidos para agradar os olhos, ou seja, é a conquista do belo. Outro elemento importante para a criação artística. Essa busca muitas vezes não é intencional e não há intencionalidade. Durante a criação desses objetos, seja ele por modelação ou por entalhe, o objetivo era atender às necessidades, mas também aos olhos, por essa razão, todos esses objetos ganhavam algum tipo de decoração. Os objetos utilizados para preparar o alimento ou armazená-lo ganham formas, cores e beleza.
• Como já afirmamos a Arte está presente em toda atividade humana, mas não é percebida e até desprezada como algo supérfluo, sem importância e sem utilidade. Esse fato é concreto e atinge todas as diferentes sociedades humanas, seja, por exemplo, na arquitetura, na mecânica, na decoração de interiores, até mesmo nos túmulos nos cemitérios. Ainda encontramos arte nos objetos de uso diário, seja em casa, na escola ou no trabalho. Uma prova concreta é a existência dos museus, local onde são armazenados objetos que fizeram parte da vida humana, também observamos nas construções arquitetônicas tombadas pelos governos, municipais, estaduais, nacional e até pela ONU.
• É preciso que todos os professores, sejam eles da pré-escola, da alfabetização, do ensino fundamental, médio e universitário, entendam que sem as Artes nada existiria e como já foi descrito, nem mesmo a escrita, a matemática e a perpetuação da história.
• A Arte está presente nas grandes pinturas, esculturas, gravuras, peças teatrais, nos espetáculos teatrais, de dança, na produção cinematográfica, televisiva, radiofônica, fotográfica, entre outros exemplos, mas também no nosso dia a dia, seja em casa, na rua, nos escritórios, no comércio etc.
• O ser humano descobriu por acaso que tinha a capacidade de registrar informações sobre seu meio, sua vida, interpretar, modificar e interpretá-los usando seu corpo ou com auxílio de alguma ferramenta. Isso é arte, ou seja, uma maneira de expressão, interpretação... Observamos que nada mudou da Pré-história até os nossos dias, a não ser a conceituação e necessidades.
• E hoje, com toda essa tecnologia nos cercando e vigiando as Artes não deixaram de ser o suporte, a estrutura, a sustentação e a coluna mestra em toda atividade humana, inclusive na tecnologia. Por sinal, sem Arte não haveria tecnologia.
• Não é possível haver evolução sem a devida valorização das Artes e suas técnicas. Nas Artes estão conhecimentos de Matemática, História, Geografia, Língua, Ciências, Educação Física, Filosofia, Botânica, Zoologia etc.

• Na escola a aplicação das Artes acaba ficando apenas para as atividades inerentes à disciplina Artes (Educação Artística) e atividades festivas. É muito comum as demais disciplinas desprezar e nunca fazer uso das Artes durante suas aulas. Isso ocorre muito em Matemática e Ciências.
• Quando o professor faz trabalha com as Artes com toda certeza haverá facilitação no processo de construção do conhecimento, do letramento e do desenvolvimento cognitivo.
• Como as Artes estão presentes em todas atividades humanas a escola deveria incorporá-las nas atividades, no processo de ensino e aprendizagem...
• Muitos professores, por desinformação, não trabalham as Artes em suas disciplinas, mas também não são orientados ou formados para isso. Muitos pensam que fazer arte é desenhar, pintar, esculpir ou modelar.
• Na alfabetização as Artes são necessárias, mas mais uma vez a formação é deficiente por despreparo dos professores. Caso a Arte-alfabetização fizesse parte do processo de alfabetização as dificuldades de leitura e escrita seriam superadas. Por sinal a leitura na alfabetização não deve ser restrita à leitura da escrita, mas de todos os meios de comunicação e expressão humana.

• Todos os objetos apresentados nas imagens abaixo foram feitos e produzidos usando uma ou mais técnicas artísticas, até mesmo na culinária elas estão presentes.
• Na escola é desprezada, desconsiderada e até ignorada. Muitos lembram-se delas quando vão organizar festas.

Voltar para o conteúdo